Belcorp investir US $ 88 milhões em fábrica


Luis Fernando Quintero, presidente da Belcorp Colômbia, anuncia que quer aumentar a sua quota de exportação nas vendas do ramo. Além disso, a empresa peruana construir uma fábrica no Brasil.

Sob a premissa de aumentar a participação das exportações sobre o total de vendas e continuar a impulsionar o seu crescimento na Colômbia, Belcorp, dona das marcas L’Bel, Ésika e Cyzone, fez dois investimentos no município de Tocancipá (Cundinamarca).
O anúncio foi feito por Luis Fernando Quintero, que, em entrevista à Carteira, falou sobre as metas e projetos da empresa.
De acordo com a Superintendência de Empresas, no final de 2012, a multinacional de origem peruana registrou receita operacional de mais de um bilhão de dólares e ativos de 673.512.000 pesos.
Qual é a sua meta para 2013?
Alcançar o mesmo crescimento do ano passado, que foi de 6 por cento.
O que eles têm na Colômbia?
Estamos fazendo duas grandes investimentos, o primeiro é uma extensão da nossa fábrica em Tocancipá.
Hoje, produzimos 220 milhões de unidades por ano eo objetivo é aumentar a capacidade para 380 milhões, a ser tanto o mercado local e para exportação.
Aqui, o investimento é de 63 milhões. Há cerca de 2.500 metros quadrados adicionais.
Quando é que a lista de expansão?
A construção começou no ano passado e estará pronto em meados de 2014.
O que eles vão produzir na nova área?
Maquiagem, incluindo pós, batons, loções para o corpo, cremes para o rosto, fragrâncias e produtos de higiene pessoal.
Quanto você pretende aumentar as exportações para este investimento?
Estamos actualmente a exportar 35 por cento da produção. Acreditamos que este investimento pode chegar facilmente a 50 por cento.
Quais são os principais destinos de seus produtos?
Toda América. Estamos de os EUA para Argentina.
O que é o segundo investimento?
Estamos construindo um centro de distribuição ao lado da fábrica para estar totalmente operacional em 2014. Ele vai custar US $ 25 milhões.
Que capacidade terá?
Ele é feito para tornar mais eficiente expedição de mercadorias, o qual é um dos fundamentos deste negócio. Buscamos reduzir o tempo de entrega de 1,5 dias, em média.
Qual é o país mais importante para a Belcorp?
Como temos uma ampla cobertura e boa quota de mercado, são amplamente realizada. A 4 top de vendas é: Colômbia, Venezuela, Peru e Chile.
Estão previstos investimentos fora do país?
Sim, nós estamos expandindo a fábrica no México, embora eu não tenho dados. Além disso, pretendemos construir uma fábrica no Brasil, onde recentemente.
Até agora, tivemos um bom crescimento no país vizinho, mas a surgir com a matéria como complexa, é melhor para construir uma fábrica lá.
Quais são seus objetivos no mercado brasileiro?
Nós queremos ser o número um na América Latina, e para isso é preciso ter pelo menos o segundo lugar no país.
Como é o mercado de cosméticos na Colômbia?
Ele é muito competitivo em nosso negócio são as empresas de MLM, as empresas nacionais e multinacionais. É um grande mercado.
No final de 2012, cresceu 13 por cento em Bogotá, quando se compara o último semestre de 2012 em relação ao primeiro de 2013, pode ver uma queda nas vendas de 3,4 por cento.
Quais são as categorias com maior potencial de crescimento?
Tratamentos faciais, portanto, o mercado está crescendo muito e vai continuar a fazê-lo. Há também filtros solares, que se tornou uma necessidade, a consciência das pessoas está fazendo este mercado se desenvolve muito rápido.
Quanto é o seu envolvimento?
Em Bogotá, somos o número um, temos 35 por cento de market share, de acordo Invera. Nosso objetivo é cobrir 40 por cento do mercado em cerca de um ano.
Um mercado em constante desenvolvimento
Quantos conselheiros tem?
Mais de 200 mil consultores, todas as mulheres.
Qual é o mais vendido?
Nós vendemos muitas fragrâncias, o que representa 30 a 40 por cento das vendas. Além disso, ele vende muita maquiagem e produtos de cuidados pessoais.
Como o bolo é dividido entre senhoras e senhores?
Damas é enorme, ainda representam 70 por cento dos homens, mas o setor está crescendo rápido, no final de 2012, um crescimento de 16 por cento. Estamos chegando tendências na Europa e nos Estados Unidos em termos de consumo.
Qual a porcentagem de homens catálogo de compras?
A proporção é de 20 por cento do sexo masculino, 80 por cento do sexo feminino, porque muitas vezes eles enviam a senhora para comprar.
cribus@eltiempo.com
fonte: