Arquivo da categoria: Maquiagem

Ganhe Dinheiro com Beleza


“Oportunidade”

1378719_414415451992995_44760532_n

A Hinode já mudou a vida de milhares de pessoas no Brasil, através de investimentos constantes em tecnologia e desenvolvimento de produtos com qualidade assegurada, aliados a um sistema de marketing simples, acessível e lucrativo, que reconhece e premia as pessoas que tem garra, determinação, coragem, entusiasmo e que são comprometidas com seu desenvolvimento pessoal e profissional.

A Hinode vive o seu melhor momento e oferece uma oportunidade única para as pessoas que desejam desenvolver seu canal de distribuição a partir de casa, revendendo produtos ou simplesmente indicando sua loja virtual. Para os empreendedores, a Hinode também oferece um plano de Marketing Multinível de alcance global e ilimitado.

Consumo Inteligente

Ao tornar-se Consultor Independente, você já pode adquirir todos os produtos Hinode com até 50% de desconto. Use e comprove nossa alta qualidade e inovação em produtos para o bem-estar.

HINODE_004a

Revenda

Você também pode revender os produtos Hinode e obter 100% de lucro imediato. Se preferir, pode repassar metade do seu desconto para alguns revendedores e aumentar sua produção sem limites.

858562_10200805222559675_589101182_o

 Adesão

Na Hinode, você ganha bônus por patrocínio realizado até a sua 5ª geração.

Kit_s Hinode

 Atividade

Bônus referentes ao número de consultores ativos de sua equipe até a 5ª geração.

Liderança

Apresente esta oportunidade, transmita a sua experiência, desenvolva a sua equipe por todo o Brasil e conquiste sua independência financeira em um prazo de 2 a 5 anos.

hinode-liderança2

http://www.hinode.com.br

Cadastre-se no link da empresa e coloque o meu ID: 00157173 como Patrocinador

Não perca esta grande oportunidade de sucesso!

1460132_599735100094473_535879739_n

 

 

 

Anúncios

AS CORES E OS SEUS SIGNIFICADOS


Normalmente, quando escolhemos uma roupa, ou a cor da tinta que iremos pintar as paredes de casa, optamos pelas que mais nos agradam. Dificilmente, pensamos nas cores como fontes de bem-estar.

Mas saiba, que as cores têm o poder de influenciar diretamente nosso comportamento e humor.

Já que, uma vez captadas pelos nossos olhos, transmitem ao cérebro impulsos e reações que são refletidas de diversas maneiras.

477893_570647719623200_1010139313_o

Entretanto, para usá-las a seu favor, de forma adequada, é preciso saber os seus  significados.

Vermelho  

Uma cor quente, ativa e estimulante, representa resistência, força, coragem, sexualidade e saúde. Poderosa entre as cores acelera os batimentos cardíacos, aumenta a temperatura do corpo e favoreça a liberação de hormônios. Muito tradicional na cultura chinesa, está associada ao elemento fogo que atrai sorte e felicidade.

Você pode usar essa cor para alegrar e atrair atenção. Prefira acessórios e detalhes em vermelho, evite o vermelho puro e em excesso.

Laranja  

Com vibração característica das cores que a compõe, amarela e vermelho, transmite força, curiosidade, otimismo, expansão e equilíbrio emocional. Usadas em tonalidades mais suaves, representa amor e afetividade.

Você pode utilizar essa cor em roupas para atrair atenção sem causar muito impacto, como também em espaços de estudo, trabalho e criação.

Amarelo   

Associada ao sol, representa dias quentes bonitos e agradáveis, atrai pensamentos otimistas e auto-satisfação. Essa cor é muito boa para a comunicação, criatividade, atenção, bom-humor e socialização.

Pode ser utilizada em ambientes de criação e estudos, locais religiosos ou em salas de jantar, pois estimulam o apetite.

Marrom 

Ligadas a idéia de comprometimento e base forte, transmite conceitos de responsabilidade, constância. Ajuda na organização dos pensamentos auxiliando na hora de se tomar decisõescomplicadas.

Detalhes nessa cor podem ser empregados em ambientes de trabalho e salas de reunião, pois ajudam na concentração e discernimento. Entretato, não devem ser usadas em excesso, pois absorvem com facilidade as energias negativas causando excesso de autocrítica.

Verde 

Representa harmonia, equilíbrio, esperança, fertilidade e renovação. Acalma e ajuda no processo de cura, principalmente no aspecto emocional.

Muito usada em áreas onde a família costuma ficar reunida, quartos e sala, desperta paciência e sinceridade. Porém o verde em excesso pode estimular a raiva, inveja e imaturidade.

Azul 

Sugere espiritualidade, ordem, quietude e tranqüilidade. Desperta a lealdade, amizade e honestidade.

Muito empregado em locais para relaxamento, como quartos e salas de descanso, pois incitam paz e sonolência. Abusar da cor azul não é muito recomendado, já que não atrai atenção e pode estimular a solidão.

Violeta 601174_272230182903323_1672028582_n

Com poder de transformação, essa cor limpa e purifica os pensamentos, além de transmutar a energia negativa em positiva. Sempre muito presente em trabalhos ligados às artes, já que estimulam a consciência.

As tonalidades mais claras dessas cores são muito usadas para meditação e também pelas pessoas que buscam elevação espiritual.

Preto            

Normalmente representa a ausência ou rejeição a algo. Mas, essa cor também pode indicar poder, seriedade e sobriedade, é muito usada por pessoas que precisam impor autoridade.

Não é aconselhado abusar do uso de preto em ambientes de trabalho ou em casa, já que obstruem o trânsito e troca de energia. Impedindo que a energia que está fora entre e a que está dentro saia ou se renove.

Branco  62338_276345375825137_1236744499_n

Agregada a valores de pureza e amor divino, essa cor está muito ligada ao desprendimento material e aceitação. Como representa a junção de todas as cores, tem papel de purificador e transformar pensamentos e energias.

Pode ser utilizado em qualquer ambiente, porém o excesso dessa cor pode causar tédio. Por isso, procure usar detalhes em outras cores para quebrar o excesso do branco.

fonte: http://vilamulher.terra.com.br/as-cores-e-os-seus-significados-12-1-3209-17.html

Início positivo para a Belcorp no Brasil


Com um ano e meio de operação, a peruana Belcorp soma 50 mil consultoras e alguns dos seus líderes de vendas atingiram, na metade do tempo previsto, o topo do plano de carreira da companhia  

brilhe carro belcorp

A importância do Brasil no cenário atual do mercado de beleza, faz com que empresas de todos os cantos do mundo “cobicem” uma fatia do mercado local. Isso se reflete na profusão de marcas e empresas que aterrissaram em solo tupiniquim nos últimos anos, em um processo aparentemente longe de acabar. De todos os novos players recentes do mercado brasileiro, a Belcorp era, sem dúvida, a mais aguardada e a que maior impacto deverá ter sobre o mercado no futuro próximo.
Apesar de operar oficialmente no Brasil há pouco mais de uma ano e meio, a gigante peruana controlada pelo empresário Eduardo Belmont, dona de um faturamento estimado em US$ 2 bilhões, oito mil funcionários e um exército de mais de 800 mil consultoras espalhadas pelo continente, sempre teve o País como um objetivo. Com mais da metade das vendas de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos na América Latina, conquistar um bom espaço no mercado brasileiro é essencial também para quem almeja ser líder no setor de beleza na região. E a visão da Belcorp é justamente a de ser a maior empresa de beleza da América Latina. “O Brasil sempre foi um objeto de desejo para a Belcorp, como é para outras companhias do setor também. É o projeto mais importante da corporação. Mas, a Belcorp tomou a decisão de expandir seus negócios primeiro para outros países de língua hispânica, porque era mais fácil naquele momento replicar o modelo de negócios da companhia, e deixou o Brasil para este momento, até porque é um mercado mais complexo e que demanda mais investimentos e atenção diferentes”, conta o diretor-geral da operação brasileira Cláudio Eschecolla (foto). O executivo fez carreira na brasileira Natura, onde passou 17 anos como diretor das operações no Norte e Nordeste do Brasil, e mais dois anos como responsável pelo marketing da empresa na região do interior de São Paulo, até ser recrutado pela Belcorp, em junho de 2010, para assumir o comando da operação da companhia na América Central. Em fevereiro do ano passado, Cláudio fez as malas de volta para o Brasil, assumindo o posto atual.

Apesar de estar no Brasil há pouco tempo, a Belcorp é uma velha conhecida do mercado brasileiro.
Décima maior empresa de venda direta do mundo e terceira maior empresa de cosméticos da região, ela é abastecida por fabricantes de embalagens brasileiros há muito anos. Como as operações das casas de fragrâncias e empresas de matérias-primas multinacionais têm sua sede regional no Brasil, os escritórios brasileiros também sempre estiveram muito próximo da empresa. Afinal, trata-se de um dos maiores clientes para essas companhias na região.

Resultados em linha
E como o público brasileiro está recebendo os produtos da Belcorp? Uma pesquisa recente realizada pela empresa com 1500 pessoas, apontou que 97% delas se dizem encantadas com os produtos da Belcorp, 2% satisfeitos e 1% indiferente. Um dos pontos de sustentação da estratégia da Belcorp está na sua proposta multimarca, com a oferta de três marcas definidas, para cada traget de consumidor. A sofisticada L´BEL é a mais cara das marcas do grupo e tem no portfólio de produtos sofisticados e tecnológicos de tratamento para a pele uma de suas forças. Já Ésika é a marca mais abrangente, para atender toda a família e que tem na perfumaria e na maquiagem os seus dois principais pilares. Marca jovem do grupo, Cy.Zone foca na oferta de produtos com posicionamento de preço mais acessível. “Essa oferta tem ajudado a consultora. Quando entra numa casa, ela consegue oferecer todas as soluções de beleza para aquela pessoa. Essa somatória, do ponto de vista de produtos, está nos fortalecendo bastante. Junto com o modelo de negócios que trazemos para o Brasil, que também está nos ajudando muito. E o que nos traz mais alegrias é a receptividade dos produtos e por parte dos consultores que estão vindo trabalhar com a gente”, acredita o executivo. Nos 18 meses de operação oficial, a Belcorp já soma mais de 50 mil consultoras ativas.

Aposta diferenciada
O modelo de negócios, citado por Cláudio como uma das forças da operação brasileira da Belcorp, está baseado em um modelo que está longe de ser o imperioso na venda direta brasileira. A escolha da Belcorp pelo modelo multinível de venda direta, surpreendeu muita gente. Primeiro, porque a grande maioria das principais companhia do mercado de beleza que operam no canal, atuam no sistema mononível, em que as consultoras se relacionam com a empresa, sem nenhum intermediário. Segundo, porque exceto pelo mercado dos Estados Unidos, a própria Belcorp também opera nesse sistema na América Latina.

A escolha tem como base estudos, e uma premissa corporativa. “A Belcorp tem como decisão estratégica, antes de entrar em qualquer mercado novo, avaliar o modelo que mais vai agregar a sua equipe de vendas uma remuneração diferenciada. E o modelo multinível no mercado brasileiro, é o que hoje entrega para as consultoras e para os líderes que trabalham com a Belcorp, a melhor remuneração. Por isso, esse é o modelo pelo qual optamos para operar aqui”.

Se ainda não é o modelo principal para a maioria das companhias, como acontece no mercado norte-americano, é inegável que o multinível, que promove a visão da formação de “empresários e empreendedores da venda direta”, ganha espaço como modelo e influencia a estratégia e os modelos de negócios de todo o mercado, mesmo das empresas que operam tradicionalmente no mononível. Com o seu programa Consultora Natura Orientadora, a gigante da venda direta brasileira criou níveis de remuneração diferenciados para prestigiar as suas principais consultoras, que passam a ter participação nas vendas de outras consultoras que estão no seu grupo, em uma clara influência do modelo multinível. No México, a americana Avon recalibrou o negócio para o modelo multinível, em uma operação conduzida pelo atual chefe da operação brasileira David Legher, então presidente da Avon México.

A complexidade dos modelos, que dificultaram a própria compreensão dos planos de negócios no passado, hoje não são um problema. Com um Brasil muito mais maduro, as pessoas que querem apostar e se tornar líderes, estão conseguindo vislumbrar as possibilidades de ganho. “No projeto inicial, nós desenhamos um modelo com 10 níveis de remuneração. Imaginávamos atingir o último nível após um ano e meio, dois anos de operação. Mas, em oito meses nós tivemos líderes atingindo esse nível, o que nos obrigou a agregar três novos níveis ao plano de remuneração”, conta Eschecolla. Para ele, esse modelo permite que além da remuneração, as pessoas trabalhem com a Belcorp de uma maneira diferenciada, gerando dinamismo já que as pessoas querem subir nas faixas de remuneração oferecidas.

Mas nem só de líderes e empresários é feito o negócio da Belcorp no Brasil. Na verdade, o modelo da companhia peruana permite também o bom desempenho para quem quer atuar como consultora nos moldes clássicos e tradicionais da venda direta. “A parte positiva do modelo que operamos e do portfólio permite a consultora que quer vender, oferecer todas as soluções para o seu consumidor. E para quem quer formar a sua equipe de vendas, ela tem esses treze estágios para crescer dentro da Belcorp, para agregar a remuneração dela”.

Agradar aos dois públicos é fundamental para o sucesso da empresa. “Temos sentido que elas (as consultoras) têm optado pela Belcorp  por conta do portfólio. A experiência com os produtos é fantástica. Quem tem contato acaba recomprando e a consultora começa a perceber que ao entrar na casa das consumidoras com os três catálogos, ela não precisa da marca anterior com a qual ela trabalhava. A Belcorp atende todas as necessidades dela”, comemora Cláudia Eschecolla. Apesar da oferta de três marcas distintas, com catálogos, posicionamentos e comunicação diferentes, toda a operação é centralizada sob o guarda-chuva da Belcorp. “Hoje, quem trabalha com quatro, cinco marcas diferentes, precisa fazer uma administração de faturas, de catálogo, de pedido mínimo… Aqui ela pode passar pedidos todos os dias que ela quiser dentro da campanha e o pedido mínimo é um só para as três marcas”. De acordo com o executivo, cerca de 3% dos consultores chegam ao estágio de líderes. 72% das consultoras vem de atuação prévia no modelo mononível, assim como  a imensa maioria das quatro milhões de consultoras de empresas de venda direta que operam no Brasil, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Venda Direta.

A sustentação do crescimento futuro da Belcorp também está baseada no desenvolvimento das pessoas que fazem parte da rede da empresa. Por isso, a companhia desenvolveu uma metodologia de trabalho que percorre oito níveis de desenvolvimento pessoal. O diretor da Belcorp explica que as pessoas que vêm trabalhar com a empresa, passam por vários estágios dentro desses oito níveis, o que permite a elas, em algum momento, fazer a opção de partir para liderar uma equipe ou, simplesmente, revender os produtos da marca.

Para todos os gostos
Basicamente, o portfólio das marcas L´Bel, Ésika e Cy.Zone no Brasil traz os mesmos produtos oferecidos pelas consultoras nos outros mercados onde a companhia atua. O mix de produtos de cada marca reflete naturalmente o posicionamento de cada uma. Um ponto que se destaca é a opulência das fragrâncias, muito em linha com o gosto dos nossos vizinhos, mas um desafio em um mercado como o brasileiro, ainda bastante afeito aos perfumes florais e frescos. Mas, ao que tudo indica, assim como aconteceu em relação ao modelo de negócios, a maturidade do consumidor brasileiro, que o leva a explorar cada vez mais novos caminhos, está fazendo bem aos negócios da Belcorp. “Não sentimos essa barreira (olfativa). Ao contrário. Se você pega no Facebook, você vê páginas com a tônica: compre um produto importado, todo projetado na França, aqui no Brasil a preços supercompetitivos. O próprio mercado vem segmentando. Claro que um produto mais cítrico, mais fresco  tem uma penetração mais forte que um perfume mais doce para a noite. Mas todo o nosso portfólio vende muito bem. Não temos barreira e nem demandas do tipo ‘sinto falta de um produto A, ou de um produto B’ ”. Com a boa aceitação do portfólio, é natural que as previsões de “abrasileirar” o portfólio não estejam, neste momento, no radar dos executivos do grupo. O que não quer dizer que a Belcorp não irá desenvolver projetos especificamente para o mercado brasileiro. Na verdade, os desenvolvimentos locais já estão no portfólio da empresa. O Brasil é o único país em que a Belcorp oferece uma a linha de sabonetes em barra. Nenhum dos outros 16 países tem esse produto, que é fundamental no portfólio por questões culturais, de hábito, para gerar penetração e experimentação em um momento de construção de marca. Apesar de não ser uma necessidade no momento, a empresa não descarta desenvolver outros projetos parecidos no futuro.

Já que a aceitação dos produtos tem sido muito boa, um ponto de atenção da empresa diz respeito ao acesso dos consumidores aos produtos. “Diferente de outros países onde nós trabalhamos, nós trabalhamos com um nível de inserção de samplings muito acima da média do mercado. Tomamos cuidado para que o consumidor tenha acesso às nossas fragrâncias”.

Em pele, uma grata surpresa para a empresa tem sido o desempenho da linha L´Bel Concentré. Trata-se de um produto altamente tecnológico, o mais caro do catálogo da marca e também o maior sucesso de vendas da empresa na categorias, com um nível de penetração da marca superior ao que estava planejando inicialmente. Para o segundo semestre dois lançamentos deverão ser realizados nessa linha. E com um deles a empresa espera movimentar bastante o mercado.
A categoria de maquiagem é uma fortaleza para Ésika. “Tivemos um estojo com 12 cores que é um sucesso de vendas. Tudo esta dentro do plano original”. O balanço de vendas da companhia, em termos de participação por categoria  não é exatamente o mesmo das outras operações, estando mais alinhado com o cenário local, diz o executivo sem revelar números.

Uma vantagem do modelo da Belcorp é que ele permite vendas mais sustentadas. “Nossos primeiros consumidores são os nossos líderes, então eles trazem para o negócio uma dinâmica e um equilíbrio”. Apesar de a empresa também lidar com os picos de vendas dos lançamentos, ela opera com menos “soluços” do que o padrão das empresas de venda direta, tendendo para um nível de estabilização bem mais equilibrado nos seus ciclos de 30 dias.

Apoio total
Dos itens vendidos no Brasil, por volta de 20% já são fabricados, ou ao menos envasados localmente. E a tendência é ampliar essa participação, principalmente com as categorias de uso diário. “Tivemos um estouro de vendas com uma fragrância, de Cy.Zone onde vendemos seis vezes mais do que imaginávamos. Felizmente essa era uma fragrância já envasada no Brasil”.

Os planos para uma fábrica no Brasil também existem e a sua concretização depende da curva de crescimento da empresa no País. “Isso é algo que o grupo pretende olhar com carinho em 2015”, explica o executivo brasileiro. Recentemente a fábrica do grupo na Colômbia foi ampliada, para, entre outras necessidades, atender também a demanda do mercado brasileiro.

Além da operação com 170 funcionários diretos baseados no escritório da empresa, em São Paulo, e no Centro de Distribuição de Judiaí, nos principais centros corporativos da empresa, localizados no Peru e na Colômbia,  cerca de 300 profissionais em áreas como T.I. e finanças dedicados ao atendimento da operação brasileira. Esse montante de recursos é só mais uma prova de quão importante é a operação brasileira para a empresa latino-americana.

Foco no serviço
No momento atual, a prioridade da empresa de venda direta está na construção do seu canal de vendas – algo crítico e fundamental para qualquer empresa do setor, e em gerar excelência nos serviços. Para manter o dinamismo da equipe, a empresa busca garantir a regularidade do seu plano de lançamentos. Ao ano a empresa realiza cerca de 170 novos lançamentos, que chegam a 350 itens quando considerados as opções de cores em maquiagem.

Outro ponto crítico para o negócio da venda direta, a operação logística, é tratada com atenção especial pela empresa, que assumiu para si a gestão das transportadoras que operam para empresa, ao invés de terceirizar essa função, assim como acontece com o processo de picking (onde as caixas com o pedido de cada consultora são montadas e preparadas para o envio). Com isso, a empresa busca maior controle de qualidade e custos.  O tempo médio de entrega dos produtos, considerando todo o Brasil, é de 5,8 dias hoje, com todo o processo concentrado em um único centro de distribuição. “O nível de serviço é fundamental. Surpreender a consultora e os consumidores é fundamental. Estamos trabalhando com a abertura dos nossos CDs, novos processos logísticos, muitos planos. Vamos buscar sempre surpreender, diminuindo o tempo entre consumidora, consultora e a Belcorp”. No segundo semestre a empresa planeja abrir um novo centro de distribuição no Nordeste. Essa atenção com a área de serviços é fundamental para a estratégia comercial da Belcorp. O papel do líderes é buscar consultoras, acompanhar, treinar e desenvolver essas pessoas para que elas possam exercer uma atividade rentável e lucrativa para eles e para a empresa. “Estamos em 16 países e somos líderes em 11 deles, com o mesmo nível de concorrência. Acreditamos na nossa estratégia e os resultados têm nos surpreendido de maneira positiva, o que prova que o nosso plano de chegar a 2015 com R$ 400 milhões de faturamento, é bastante factível”, finaliza.

fonte http://www.cosmeticanews.com.br/leitura.php?n=inicio-positivo-para-a-belcorp-no-brasil&id=4583

Esmaltes-Brasileiros-passam-por-teste-e-fabricantes-são-questionados


http://www.ecofashionmag.com/portal/2011/05/esmaltes-brasileiros-passam-por-teste-e-fabricantes-sao-questionados/

As mulheres brasileiras são consideradas as maiores consumidoras de cosméticos e produtos de beleza do mundo. O nosso serviço de manicure e pedicure são os mais cobiçados e, todos os dias, novos produtos são lançados no mercado. Somente para as unhas, a cada temporada, são lançados uma infinidade de cores e acabamentos diferenciados.
Embora existam leis de controle de substâncias utilizadas na composição dos esmaltes que usamos semanalmente, ainda não conseguimos mensurar o quão prejudicial ele pode ser para o nosso organismo.
Em análise desenvolvida pela Pro Teste, orgão de defesa do consumidor, constatou-se que os esmaltes brasileiros apresentaram substâncias alergênicas nas suas fórmulas.
As substâncias encontradas não têm uso proibido em cosméticos no Brasil, de acordo com a Anvisa ( Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Na Europa, esses compostos são banidos ou obedecem um limite de concentração e, alguns já foram ligados ao desenvolvimento de câncer em animais. Nos Estados Unidos, estas substâncias são usadas com frequência em cosméticos.
No teste realizado pela Pro Teste em parceria com laboratório francês, foram analisados 12 esmaltes de 3 marcas: Colorama, Risqué e Impala, com certeza, os mais consumidos por aqui.
De acordo com os resultados apresentados, a única linha de esmaltes nacional que seriam considerados seguros na Europa são os da Colorama e os hipoalergênicos da Risqué. Todos os da Impala foram reprovados.
Os compostos encontrados nos esmaltes – dibutilftalato, nitrotolueno, tolueno e furfural – são solventes e substâncias usadas em pigmentos e para conservação e brilho do esmalte.
As amostras dos esmaltes analisados foram comprados em farmácias do Rio de Janeiro e enviadas à um laboratório na França. Por meio de cromatografia gasosa, método de separação de misturas, foi medido a concentração das substâncias e, as notas e classificações foram feitas de acordo com os limites estabelecidos pela Comissão Européia.
Para Maria Inês Dolci, coordenadora da Pro Teste, o resultado da pesquisa demonstra a necessidade de regulamentar o uso destes compostos no Brasil.
Especialistas afirmam que, apesar das evidências em testes com animais, não há provas de que as substâncias causem câncer em humanos.
Segundo a dermatologista Meire Gonzaga, professora da Faculdade de Medicina do ABC, as substâncias podem causar algumas alergias. Os sintomas são cutículas ressecadas, vermelhidão em torno das unhas, irritação na pele do pescoço e ao redor dos olhos e lábios ressecados.
A entidade enviou os resultados à Anvisa e ao Ministério Público Federal, pedindo que as substâncias não sejam utilizadas no Brasil.
Fabricantes das marcas testadas disseram que estão de acordo com a regulamentação nacional. A Risqué, em nota, informou que segue rigorosamente as legislações vigentes e que as substâncias por eles utilizadas são aprovadas pela Anvisa e cumprem os níveis permitidos de segurança.
O Laboratório Avamiller de Cosméticos, responsável pela Impala, afirmou que todos os esmaltes da marca, inclusive os hipoalergênicos, seguem as leis nacionais. A empresa ainda desse que os produtos passam por “testes clínicos de sensibilização cutãnea e fotoalergica” recomendados pela Anvisa.
A Colorama, da L’Oreal, diz que em 2005, as fórmulas foram alteradas para excluir os compostos, mas alguns ainda estão presentes, em níveis baixos.
A partir de agora, ao escolher o esmalte que vai colorir suas mãos e pés, faça uma escolha consciente e preserve a saúde do seu corpo. Dê preferência aos produtos e empresas que respeitam as leis e o consumidor.
Tags:colorama, esmaltes com substancias que causam alergia, impala, risqué, teste colorama, teste esmaltes brasileiros, teste impala, teste risque

Bida Thomazini é a editora da EcoFashion Magazine. Publicitária, estilista, já atuou em várias áreas ligadas ao mundo da moda.

AULA DE AUTOMAQUIAGEM


APRENDA A SE MAQUIAR SOZINHA COM TRUQUES RÁPIDOS E FÁCEIS QUE IRÃO TE DEIXAR MAIS LINDA!!

Antes de aplicar a maquiagem, é importante passar por um processo de limpeza, esfoliação e hidratação da pele:

A limpeza é essencial para remover as impurezas e o excesso de oleosidade;
A esfoliação ajuda a remover a camada de células mortas, deixando a pele fina e macia;
O hidratante deve ser de preferência com filtro solar.
Logo após o hidratante, para deixar a pele mais bonita, fixar melhor a maquiagem e tirar o brilho, uma boa dica é o uso do primer. Para maiores informações acesse: PrimersCuidados Especiais para Peles Oleosas
Alguns cuidados podem contribuir para evitar a oleosidade e o brilho excessivo.

Manter a pele limpa é fundamental. Para isso, o segredo é utilizar sabonetes próprios para peles oleosas. Depois, aplicar um tônico para retirar resíduos de poluição e maquiagem.

Cuidado na hora da hidratação: escolha produtos livres de óleo e que não causam obstrução dos poros. Tome cuidado com a temperatura da água, que não pode ser quente nem gelada.
Como Aplicar a Maquiagem:

1. Base Facial
Dê preferência para bases líquidas ou cremosas, pois ressecam menos a pele. Para espalhar melhor a base, use uma esponja umedecida em água. Aplique uma base mais clara que sua pele na testa, laterais do nariz, da boca e do queixo, para suavizar os traços e “iluminar” o rosto.

2. Corretivos
Para disfarçar olheiras, use um corretivo mais claro que o tom da base. Corretivos de tom levemente verde corrigem melhor olheiras e espinhas.

3. Pó Facial (Compacto ou Translúcido)
A função do pó facial é de uniformizar a pele — especialmente depois de usar corretivo — e ajudar na fixação da maquiagem. Mas, se a sua pele for boa, você nem vai precisar usá-lo. Cuidado para não exagerar na quantidade para seu rosto não parecer uma “máscara”.
A aplicação é bem simples. Use aquele pincel mais grosso ou, no caso do pó compacto, a esponjinha.

4. Sombra
Sombras escuras diminuem os olhos; sombras claras aumentam os olhos.
A sombra deve ser aplicada com o tom mais forte nos cantos externos, bem perto dos cílios, e o tom mais claro na parte de cima, bem próxima à raiz das sobrancelhas. Cuidado para não exagerar na quantidade e procure usar somente em ocasiões especiais.

5. Lápis
O lápis de olhos deve ser passado com cuidado na hora de passar principalmente quem tem o costume de passar ele bem em baixo cílios inferiores para deixar os olhos bem marcados, como a pele transpira você pode ficar com os olhos borrados rapidinho.

6. Delineador
Para melhor efeito, aplique a sombra antes do delineador. Este deve ser aplicado com uma camada fina e uniforme junto à raiz dos cílios superiores, de dentro para fora dos olhos.
Se você quiser um traço bem fino, use somente a pontinha do pincel ou do lápis. Já existem aplicadores cujo pincel é rígido e com a ponta bem fininha. São os melhores para quem não tem muita habilidade ou firmeza na mão. Se você quiser um traço mais grosso, incline um pouco a ponta do pincel.
Para aplicar o delineador mais facilmente, use um espelho sobre a mesa. Aplique primeiramente da metade da pálpebra para os cantos externos. Depois, faça um traço mais fino do centro da pálpebra para o canto interno.

7. Rímel
Para alongar os cílios, aplique o rímel em pelo menos duas camadas. Use-o apenas nos cílios superiores, para deixar o olhar natural. Para não borrar o rímel, seque os cílios com secador. Mantenha os olhos fechados para não irritá-los.
Se o rímel estiver ressecado, aplique algumas gotas de soro fisiológico, assim ele poderá ser usado mais aplique algumas gotas de soro fisiológico, assim ele poderá ser usado mais algumas vezes.

8. Blush
Aplica-se com pincel uma pequena camada de Blush nas maçãs do rosto, com leves pinceladas. O Blush deve ser usado em quantidades moderadas para não dar um aspecto artificial. Os excessos devem ser retirados com uma esponja contendo pó compacto.
Se quiser “alargar” seu rosto, aplique blush na altura das orelhas, puxando o pincel em direção às maçãs do rosto. Se quiser deixá-lo mais fino, aplique nas têmporas (entre a sobrancelha e a maçã do rosto) e puxe para as maçãs do rosto.

9. Batom
Para fixar o batom, aplique- o e retire o excesso com papel absorvente, passe uma camada de pó compacto e aplique outra camada de batom.
Para aumentar seus lábios, desenhe o contorno natural deles com um lápis um pouco mais escuro que o batom, do lado de fora dos lábios, esfumace o traço com um pincel e aplique o batom. Use um tom mais claro e cintilante na parte central dos lábios inferiores. Use e abuse dos gloss e brilhos.
Para diminuir os lábios, desenhe o contorno pela parte interna dos lábios, com um lápis mais claro que o batom que irá usar. Evite brilho e gloss; use batons escuros e opacos.

10. Limpeza da maquiagem
Não se esqueça de retirar bem a maquiagem antes de dormir para que a pele possa respirar.
O ideal é usar demaquilantes, pois estes são próprios para tirar todo excesso da maquiagem. Em seguida use sabão neutro (próprio para lavar o rosto) para retirar o que o demaquilante não tirou. O tônico facial serve para tirar aquela sujeirinha escondida lá nos poros, bom para finalizar a limpeza. Evite produtos à base de álcool, pois estes ressecam a pele.
E, por último, não se esqueça de caprichar na hidratação ou (dependendo da sua idade) um bom creme antirrugas.

Fonte: Beleza e Saúde